BASF apresenta solução para o controle da mancha-alvo no Show Safra BR 163

Com boas condições climáticas e colheita acelerada no centro-oeste do Brasil, agricultores de Mato Grosso devem registrar aumento de 2,2% na produtividade de soja na safra 19/20. Os dados fazem parte do sexto levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Atenta aos desafios enfrentados em cada safra e com o objetivo de contribuir para a longevidade e produtividade da lavoura do agricultor, a BASF apresenta ao mercado o fungicida Aumenax®. Agricultores poderão saber mais sobre essa e outras soluções que fazem parte do portifólio da BASF no manejo eficiente de doenças durante o Show Safra BR 163. O evento é realizado pela Fundação Rio Verde e acontece de 17 a 20 de março em Lucas do Rio Verde - MT.

Aumenax® é voltado para as primeiras aplicações de fungicidas nas lavouras de soja. A tecnologia destaca-se pela conveniência e eficiência. É uma formulação líquida de baixa dosagem, fácil diluição e que não causa entupimento nas pontas do pulverizador.

"O Aumenax® possui alta performance para o controle das principais doenças da soja, como a mancha-alvo e a ferrugem asiática. Essa nova ferramenta estará disponível para os sojicultores na safra 20/21 garantindo mais sustentabilidade do sistema produtivo", destaca Hélio Cabral, gerente de Marketing de Soja da BASF.

Alvo nas doenças

Os agricultores que passarem pela feira, poderão conferir no estande da BASF orientações sobre mancha-alvo e ferrugem asiática da soja com o pesquisador e diretor da Consultoria Agrodinâmica, Valtemir José Carlin.

A mancha-alvo é comum no centro-oeste e tem provocado perdas significativas no rendimento dos grãos nas últimas safras. Se o manejo não for feito corretamente  a doença pode causar perdas de até 40% no rendimento de grãos da lavoura de soja. As manchas nas folhas e a desfolha são os principais sintomas.

Já as perdas com a ferrugem asiática podem atingir até 90% no rendimento de grãos das lavouras de soja se não houver o manejo adequado. Por se tratar de uma doença muito agressiva, as aplicações preventivas são indicadas para um controle eficiente.

"A doença pode ocorrer em qualquer fase de desenvolvimento das plantas. Além dos danos causados nas folhas, há prejuízos à formação e ao enchimento dos grãos, com redução do peso final, comprometendo o resultado final", enfatiza Carlin.

Lançamentos em sementes

Em semente de soja, a BASF reforça o seu portfólio para o Mato Grosso. Além das recém lançadas CZ 37B43 IPRO, CZ 58B28 IPRO, o destaque é a variedade CZ 47B90 IPRO que possui resistência a nematoides de cisto. "Esta cultivar oferece rusticidade sendo uma ótima opção para a região", explica Filipe Romano, gerente de negócios Credenz® da BASF.

O objetivo da BASF com Credenz® é de se tornar a empresa referência em qualidade de sementes, e para isso a marca já conta com serviços diferenciados como oferta de sementes contadas e QR code para a rastreabilidade.

A marca SoyTech® também apresenta lançamentos. "A variedade ST 830IPRO é indicada para cultivo na região da BR 163 e Campo Novo do Parecis e destaca-se pelo alto potencial produtivo com baixo custo de plantabilidade. A cultivar ST 721 IPRO permite a implantação na abertura da janela de plantio, com estabilidade e precocidade visando o cultivo algodão segunda safra. E a ST 804 IPRO, com amplitude de recomendação, alto teto produtivo e resistência a vários tipos de nematóides de cisto, tem comercialização exclusiva pela distribuidora AgriRede para esta safra", ressalta Daniel Schardong Gobbi, gerente de Licenciamento SoyTech® da BASF.

Em algodão, os lançamentos complementam o portfólio da marca FiberMax®, como explica Warley Palota, gerente sênior de Sementes de Algodão da BASF. "A variedade FM 911GLTP que tem como diferencial seu ciclo precoce com a tecnologia GLTP, já é consolidada no mercado pela alta performance no controle das lagartas e praticidade no manejo de plantas daninhas. Os agricultores também vão conhecer  a variedade FM 974GLT que apresenta ciclo médio-tardio. Ambas tecnologias apresentam  um alto potencial produtivo e a qualidade de fibra desejada pelo mercado. Com isso, a BASF reforça sua posição no segmento permitindo que o agricultor  escolha a variedade que melhor se encaixa dentro da sua estratégia e janela de plantio", afirma Palota.

Agricultura Digital

A marca global de agricultura digital xarvio™ oferece ferramentas para o manejo eficiente das lavouras, com maior assertividade, otimização e economia de recursos. A tecnologia também será um dos destaques da BASF durante o evento no Mato Grosso. 

No Brasil, a solução está voltada para o manejo eficiente de plantas daninhas no cultivo da soja por meio do FIELD MANAGER e na identificação de doenças e plantas daninhas com o SCOUTING, que também oferece um panorama de infestação em cada região.

Redação Destaque Rural
Publicado por Redação Destaque Rural

Portal Destaque Rural

Enviando