Balança comercial: puxada pelos leites em pó, exportação sobe 96% com relação a dezembro

Segundo dados mais recentes da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) divulgados nesta terça-feira (04), no início desse ano ocorreu um aumento de 96% na quantidade exportada de leite (em litros equivalentes) em relação a dez/2019. Os 17,9 milhões de litros vendidos em jan/20 representam também um aumento de 99% em comparação ao mesmo período do ano passado.

Com relação às importações, houve um aumento de 2% na quantidade internalizada de leite no mês de jan/20 em relação a dez/19 (total de 82,7 milhões de litros em equivalente leite). Se comparamos com jan/19, foi importado 26% menos lácteos, ainda que em relação a jan/18, a quantidade tenha sido 26% maior.

O saldo da balança comercial de produtos lácteos então foi de 65 milhões de litros negativos, em equivalente leite, nesse início de ano. Este valor representa uma queda de 10% quando comparado a dez/19 e de 36% se comparado a jan/19. Confira a evolução no saldo da balança comercial láctea no gráfico 1.

Gráfico 1. Saldo balança comercial brasileira de lácteos, 2017 a 2020.


Fonte: Elaborado pelo MilkPoint a partir dos dados do COMEXSTAT

Esse aumento expressivo nas exportações brasileiras ocorre em um momento de instabilidade cambial, resultante principalmente da valorização do dólar frente ao real, tornando o produto brasileiro competitivo externamente. Além disso, os valores mais altos de dólar reduzem o interesse brasileiro pelo produto importado. 

Outro ponto a ser destacado nessa conjuntura de mercado é a pouca disponibilidade de leite no mercado externo (gráfico 3). Nossos vizinhos do Mercosul, por exemplo, vêm apresentando redução em suas produções de leite: a Argentina reduziu em 1,7% e o Uruguai em 4,2%, no acumulado de janeiro a dezembro de 2019.

Gráfico 2. Produção mundial de leite dos principais players de mercado, 2014 a 2019.


Fonte: Elaborado pelo MilkPoint

Em janeiro, foram importadas 3,4 mil toneladas de leite em pó integral (LPI), uma redução de 10% em relação a dez/19 e de 45% em relação a janeiro de 2019. Já a exportação de LPI representou 35% do volume total de vendas, somando 1,01 mil toneladas, maior volume exportado desde novembro de 2017, quando foram vendidas 2,3 mil toneladas.

Os queijos por sua vez, também apresentaram aumento nas exportações — 25% em relação ao mês anterior —, com as importações, no entanto, aumentando 82% no mesmo período.

Na tabela 1, é possível observar as movimentações do comércio internacional de lácteos no mês de janeiro desse ano.

Tabela 1. Balança comercial láctea em janeiro de 2020.


Fonte: Elaborado pelo MilkPoint Mercado com base em dados COMEXSTAT

Fonte: MilkPoint

Redação Destaque Rural
Publicado por Redação Destaque Rural

Portal Destaque Rural

Enviando