O manejo do solo ajuda a amenizar os impactos da estiagem, afirma Lemainski

Redução na quantidade de chuvas e temperaturas extremas resultaram em estiagem no Rio Grande do Sul. A orientação é investir em estratégias de manejo de solo para amenizar os impactos do déficit hídrico nos cultivos de grãos de verão. 

Segundo levantamento inicial realizado na primeira semana de janeiro pela Rede Técnica Cooperativa (RTC), com base em informações coletadas junto a 22 cooperativas associadas a rede, as perdas no milho estão estimadas em 33% e na soja em 13%. A falta de chuvas afetou mais o milho em função do estágio das lavouras que atravessavam o desenvolvimento vegetativo e a floração. No momento, segundo o Informativo Conjuntural da Emater/RS (09/01/20), 75% da soja está em desenvolvimento vegetativo e outros 22% das lavouras estão em plena floração. 

Confira a entrevista com o Chefe Adjunto de Tranferência e Tecnologia da Embrapa Trigo, Jorge Lemainski.

Redação Destaque Rural
Publicado por Redação Destaque Rural

Portal Destaque Rural

Enviando