Mandioca: produtores adiam comercialização e média mensal sobe 22,6%

Os mandiocultores com lavouras disponíveis para entrega continuam postergando a comercialização, ainda devido ao baixo rendimento de amido e à menor produtividade. Além disso, choveu nos últimos dias em todas as regiões acompanhadas pelo Cepea, o que atrapalhou o avanço dos trabalhos no campo e ajudou a reduzir a oferta. A demanda, por sua vez, segue firme, impulsionando os preços da raiz. Assim, entre 25 e 29 de novembro, o preço médio semanal a prazo para a tonelada de mandioca posta fecularia foi de R$ 445,42 (R$ 0,7747 por grama de amido na balança hidrostática de 5 kg), 3,8% acima do registrado na semana anterior. A média mensal, por sua vez, foi 22,6% superior à de outubro, em termos nominais. 

Fonte: Cepea

Redação Destaque Rural
Publicado por Redação Destaque Rural

Portal Destaque Rural

Enviando