Maior produtor de laticínios do Vietnã exportará para a China

 

A produtora de lácteos do Vietnam Dairy Products JSC, conhecida como Vinamilk, espera começar a exportar produtos lácteos para a China pela primeira vez em meados de outubro. A Vinamilk procura agressivamente a sua expansão além do Vietnã, onde é a maior empresa de laticínios listada.

As empresas de laticínios vietnamitas receberam permissão do governo chinês para começar a exportar para a China este mês após a assinatura de um acordo em abril, disse Vo Trung Hieu, diretor de negócios internacionais da Vinamilk. Antes do acordo, as empresas vietnamitas só podiam vender produtos não lácteos, como frutas e bebidas de soja para o mercado chinês.

"A China é um mercado muito grande, com muito potencial. No entanto, também é um mercado muito desafiador, pois a maioria dos grandes players do mundo já está lá, enquanto as empresas locais também são grandes e competitivas", disse ele.

Prevê-se que a indústria de laticínios de US$ 60 bilhões por ano cresça a meio dígito nos próximos três a cinco anos, segundo Thomas Jastrzab, analista de consumidor da Bloomberg Intelligence. A Vinamilk e outras empresas vietnamitas que desejam se expandir na China enfrentarão forte concorrência de grandes players nacionais, como a China Modern Dairy, a China Mengniu Dairy Co. e a Yili. A China também possui muitas "barreiras não tarifárias" que dificultam o acesso de empresas estrangeiras ao mercado, disse Hieu.

Atualmente, a Vinamilk exporta mais de 30 produtos não lácteos para cinco províncias chinesas, incluindo Hunan, Guangdong e Guangxi, e pretende expandir para grandes cidades como Pequim, Xangai e Guangzhou, disse ele. A empresa, que espera pelo menos dobrar a quantidade de suas exportações para a China no próximo ano, prevê que o país estará entre os três principais mercados de exportação dentro de três a cinco anos, disse Hieu.

Atualmente, a Vinamilk exporta mais de 30 produtos não lácteos para cinco províncias chinesas, incluindo Hunan, Guangdong e Guangxi, e pretende expandir para grandes cidades como Pequim, Xangai e Guangzhou. A empresa, que espera pelo menos dobrar a quantidade de suas exportações para a China no próximo ano, prevê que o país estará entre os três principais mercados de exportação dentro de três a cinco anos, disse Hieu.

"Expandir sua presença nos mercados externos é a estratégia na qual a administração da Vinamilk tem se concentrado cada vez mais", escreveu o analista Trang Pham, da SSI Securities Corp., em nota de 25 de setembro. Inclusive, o CEO Mai Kieu Lien disse no início deste ano que a empresa estava pensando em abrir uma fábrica e uma fazenda leiteira nas Filipinas.

A Vinamilk, criada em 1976 com a fusão de três fábricas de laticínios estatais, exporta atualmente para mais de 50 mercados, incluindo Japão, Canadá, EUA e Austrália. A empresa possui 13 fábricas no Vietnã e uma nos EUA, Nova Zelândia e Camboja, além de 12 fazendas no Vietnã e um complexo agrícola orgânico em Laos.

A Vinamilk visa que o lucro líquido suba 2,5% e as vendas aumentem 7%, para 10,48 trilhões de dong (US$ 450 milhões) e 56,3 trilhões de dong (US$ 2,41 bilhões), respectivamente, de acordo com um comunicado em seu site.

Em 07/10/19 - 1 Dong Vietnamita = US$ 0,00004

23.304,7 Dong Vietnamita = US$ 1 (Fonte: Oanda.com)

As informações são do Bloomberg, traduzidas pela Equipe MilkPoint.

Redação Destaque Rural
Publicado por Redação Destaque Rural

Portal Destaque Rural

Enviando