Aos 57 anos, morre o empresário Adalberto Coimbra

Na madrugada desta sexta-feira, (4), morreu aos 57 anos de idade o engenheiro agrônomo Adalberto Coimbra, em São Paulo, onde estava internado desde a última segunda (30). Beto demonstrou ao longo da sua vida e carreira profissional, liderança, talento, comprometimento e generosidade.

O engenheiro nascido em 2 de março de 1962, no município de Erechim, se formou em agronomia na Universidade de Passo Fundo. Casado com Ana Cristina Coimbra, com quem tem uma filha de 20 Giulia Coimbra. Beto nunca parou de estudar, questões relacionadas a gestão e governança, na área do agro.

Foi um dos sócio-fundadores da Agros, grupo que se tornou referência no agronegócio nacional. Beto sempre acreditou no agronegócio e na melhoria das práticas de gestão, sempre investiu muito em conhecimento, treinamento e espírito colaborativo das equipes, sem deixar de lado a importância da interação com os clientes e o foco nos resultados.

Conforme Gilnei Molossi, parceiro de Adalberto Coimbra na fundação da empresa, a principal característica do sócio era a capacidade de enxergar além dos demais. "O Beto foi um visionário, um líder nato, pai e marido exemplar", observa.

O velório de Adalberto Coimbra será realizado neste sábado (5), a partir das 9 horas na Capela Mortuária do Hospital de Caridade de Erechim e missa às 14 horas na Catedral São José no centro da cidade.

Redação Destaque Rural
Publicado por Redação Destaque Rural

Portal Destaque Rural

Enviando