Recuo no preço da carne bovina com osso no atacado

Em São Paulo, apesar da oferta mais restrita de animais durante a semana, as programações de abate continuam confortáveis, em torno de seis dias. O consumo patinando é o que tem limitado as altas na arroba do boi gordo e as recentes quedas no preço da carne bovina no atacado corroboram com este cenário.

Vale destacar que alguns frigoríficos não estão com escalas completas. No Norte de Minas Gerais, as indústrias estão com dificuldade de compor as escalas, que estão girando em torno de três dias e os preços subiram 0,7% na última quinta-feira (12/9) na comparação dia a dia.

No Pará, os reflexos da habilitação de cinco plantas frigoríficas para exportar carne bovina para a China já surtiram efeito no preço do boi gordo na região de Redenção, que teve alta de R$1,00/@ desde o início da semana.

No mercado atacadista de carne bovina com osso, os preços caíram. O boi casado de animais castrados ficou cotado em R$10,38/kg, queda de 0,3% na comparação dia a dia.

Fonte: Scot Consultoria

Redação Destaque Rural
Publicado por Redação Destaque Rural

Portal Destaque Rural

Enviando