Cooperativas agrícolas do PR se preparam para acordo MERCOSUL-UE

De acordo com a Ocepar, tratado vai abrir novas demandas para os produtos do agronegócio

As cooperativas agrícolas paranaenses estão se preparando para a abertura de novos mercados a partir do acordo internacional assinado pelo Mercosul e a União Europeia, que possibilitará ganhos de até US$ 70 bilhões em exportação no agronegócio entre os países envolvidos. Foi o que destacou o presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken, durante o 7º Fórum de Agricultura da América do Sul, realizado na última sexta-feira (06), em Curitiba (PR).

“O Fórum é um evento técnico, de mercado, voltado às lideranças, produtores e empresas. E essa integração permitiu filtrar as informações sobre o acordo Mercosul-UE, por exemplo. Temos como visão que precisamos nos preparar para isso, vamos abrir novas demandas. A ideia é que os valores de exportação e importação sejam próximos”, afirmou.

Ricken também disse que o Paraná já tem um agronegócio moderno, organizado, planejado e com a visão de que é preciso atender demandas, principalmente a procura mundial por alimentos. “Não basta produzir. Temos que associar isso à demanda. A missão da Ocepar, com apoio do Governo do Estado, é organizar os produtores economicamente”, complementou.

Infraestrutura – O Sistema Ocepar planeja anunciar nos próximos dias investimentos de pelo menos R$ 2,14 bilhões em infraestrutura para dar conta da demanda desse “passaporte europeu” conquistado pelo acordo. Nos últimos onze anos foram investidos R$ 20 bilhões nos setores de transporte, armazenagem, indústrias e máquinas.

Fonte: DATAGRO

Redação Destaque Rural
Publicado por Redação Destaque Rural

Portal Destaque Rural

Enviando