Algodão: baixas são interrompidas no brasil

As cotações do algodão em pluma subiram nos últimos dias, após 10 semanas de quedas consecutivas. Segundo pesquisadores do Cepea, o aumento está atrelado à elevação dos valores internacionais e à expressiva alta do dólar frente ao Real, cenário que levou vendedores a aumentarem os preços pedidos, mantendo-se firmes, inclusive, para os lotes com alguma característica, como micronaire e fibra. Entre 13 e 20 de agosto, o Indicador do algodão em pluma CEPEA/ESALQ, com pagamento em 8 dias, subiu 0,67%, fechando a R$ 2,4674/lp na terça-feira, 20. Na parcial de agosto (até o dia 20), no entanto, o Indicador ainda acumula baixa, de 1,56%.

Fonte: Cepea

Redação Destaque Rural
Publicado por Redação Destaque Rural

Portal Destaque Rural

Enviando