Na CBOT, preços da soja e do milho registram leve alta nesta 4ª feira

Destaque Rural

Na Bolsa de Chicago (CBOT), o pregão desta quarta-feira (7) foi de ligeiras altas aos preços futuros da soja e do milho. Na oleaginosa, as principais posições apresentaram ganhos de mais de 1 ponto e, no milho, as valorizações ficaram entre 1 e 2 pontos.

De acordo com informações das agências internacionais, o mercado segue trabalhando de lado em meio à ausência de novidades. Os investidores aguardam o relatório de oferta e demanda do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), que será reportado no dia 12 de agosto.

Em relação ao clima no Meio-Oeste do país, o retorno das chuvas essa semana trouxe certo alívio, já que a percepção é que as precipitações contribuam para o desenvolvimento das plantações. "Mas as previsões ainda se mostram inconsistentes sobre o volume de chuvas na semana seguinte", informou a Reuters Internacional.

“Todo mundo sabe que há um grande problema no que diz respeito ao clima, que as safras estão indo para trás e estão bem abaixo do rendimento da linha de tendência. Mas a percepção é que estamos perdendo a demanda mais rápido do que estamos perdendo oferta”, disse Charlie Sernatinger, diretor global de futuros de grãos da ED & F Man Capital.

Em contrapartida, a guerra comercial entre Estados Unidos e China segue como um dos fatores observados pelos participantes do mercado.

"A China suspendeu as compras de produtos agrícolas norte-americanos em uma guerra comercial cada vez maior com Washington, enquanto a demanda chinesa global por soja deve ser cortada por uma doença suína que dizimou o maior rebanho de suínos do mundo" destacou a Reuters Internacional.

Publicado por Fernanda Custódio

Formada em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas). Trabalha há mais de 6 anos com produção de conteúdos jornalísticos para o agronegócio.

Enviando