Café: colheita avança, mas mercado mercado segue calmo

Com o clima mais firme e seco nos últimos dias, a colheita da safra 2019/20 no Brasil têm seguido em ritmo acelerado em todas as regiões produtoras de arábica e robusta acompanhadas pelo Cepea. A comercialização, entretanto, tem sido mais lenta, devido à forte oscilação das cotações externas e internas nas últimas semanas. De modo geral, os preços variam conforme as notícias referentes ao clima no Brasil, o câmbio e fatores técnicos. A amplitude dos preços foi observada especialmente para o café arábica. Somente na última semana, o Indicador CEPEA/ESALQ do café tipo 6 bebida dura para melhor, posto na capital paulista, teve máxima de R$ 430,26/saca de 60 kg e mínima de R$ 415,95/sc. Além da variação dos preços, vale apontar que produtores consultados pelo Cepea comercializaram um volume considerável de café nos mercados físico e futuro (especialmente para a safra 2020/21) na última semana de junho, devido à valorização dos grãos, devendo aguardar preços mais elevados para retomar a negociação de lotes de volumes mais expressivos.

Fonte: Cepea

Redação Destaque Rural
Publicado por Redação Destaque Rural

Portal Destaque Rural

Enviando