Soja: Com clima nos EUA e demanda no radar, preços recuam nesta 6ª na CBOT

Destaque Rural

Os futuros da soja caíram 1% na sessão desta sexta-feira (5) na Bolsa de Chicago (CBOT). De acordo com informações da agência internacional Reuters, "os analistas atribuem a fraqueza dos futuros da soja à melhora no clima nos Estados Unidos e nas incertezas sobre a demanda pelo produto norte-americano, com a disputa comercial com a China ainda em curso".

Ainda essa semana, a China sinalizou que pode comprar novos volumes de soja, milho e carne suína dos EUA, em um gesto de boa vontade após a trégua firmada entre o presidente Donald Trump e Xi Jinping, firmada no último final de semana, no encontro dos líderes do G-20 no Japão.

Já no caso do milho, os futuros do cereal encerraram a semana com ligeiras valorizações no mercado internacional. "O milho atraiu apoio diante das incertezas sobre a produção dos EUA na safra 2019/20", ainda de acordo com informações da Reuters Internacional.

No início da semana, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) manteve em 56% o índice de lavouras em boas ou excelentes condições. Os participantes do mercado aguardavam uma melhora para 58%, no mesmo período do ano anterior, o percentual era de 76%.

O departamento norte-americano atualiza as informações sobre as condições das lavouras na próxima segunda-feira (8).

Publicado por Fernanda Custódio

Formada em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas). Trabalha há mais de 6 anos com produção de conteúdos jornalísticos para o agronegócio.

Enviando