Milho: Nos EUA, 56% das lavouras permanecem em boas condições

Destaque Rural

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) reportou nesta segunda-feira (1) seu relatório semanal de acompanhamento de safras. E à medida que o foco começa a mudar do progresso do plantio para a condição da safra, o órgão manteve a sua classificação para as lavouras de milho.

Até o último domingo, cerca de 56% das plantações do cereal apresentavam boas ou excelentes condições nos Estados Unidos. O número ficou abaixo das expectativas dos participantes do mercado, que apostavam em uma melhora nas condições para 58%.

Em torno de 32% das lavouras registram condições medianas e 12% são classificadas em condições ruins ou muito ruins. O USDA ainda informou que 94% das lavouras já emergiram. Em igual período de 2018, o índice estava em 100%.

Soja

No caso da oleaginosa, o USDA indicou o plantio em 92%, contra 85% divulgado na semana anterior. As expectativas dos investidores estavam próximas de 95%. "Michigan (81%), Missouri (79%) e Ohio (81%) ainda têm o maior número de hectares deixados sem plantio neste ponto", destacou o portal Farm Futures.

A emergência da soja subiu de 71% na semana anterior para 83%. Porém, ainda permanece inferior ao registrado no mesmo período de 2018, de 98% e da média dos últimos cinco anos, de 95%.

E, assim como no milho, o USDA manteve em 54% o índice de lavouras de soja em boas ou excelentes condições. O mercado esperava uma leve melhora para 55%.

Em torno de 35% da safra apresenta condições medianas e 11% registram condições ruins ou muito ruins.

Publicado por Fernanda Custódio

Formada em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas). Trabalha há mais de 6 anos com produção de conteúdos jornalísticos para o agronegócio.

Enviando