Etanol: procura elevada impulsiona indicadores com força

Os preços dos etanóis hidratado e anidro voltaram a subir – e com força – no estado de São Paulo, impulsionados pela procura intensa por parte de distribuidoras, que adquiriram volumes expressivos dos biocombustíveis nos últimos dias. Segundo pesquisadores do Cepea, o volume de hidratado negociado entre 3 e 7 de maio foi 66% maior que o da semana anterior. Além da demanda, a oferta também influenciou o comportamento das cotações, visto que as produções de açúcar e de etanol estão menores neste começo de moagem (35,8% no caso do adoçante e quase 26% no do biocombustível).

Isso porque o número de unidades em produção ainda é baixo, e a qualidade da matéria-prima piorou, conforme relatório da Unica divulgado em 27 de abril. Assim, de 3 a 7 de maio, o Indicador CEPEA/ESALQ do etanol hidratado fechou a R$ 2,9261/litro, forte alta de 10,05% frente ao anterior. No caso do etanol anidro, a elevação foi de 9,42% no mesmo comparativo, com o Indicador CEPEA/ESALQ fechando em R$ 3,3085/litro – acumulando quase dois meses de alta. Vale ressaltar que essas foram as maiores valorizações desde a semana de 15 a 19 de fevereiro.

Fonte: www.cepea.esalq.usp.br

Larissa Schäfer
Publicado por Larissa Schäfer

Formada em Jornalismo pela Universidade de Passo Fundo (UPF).

Enviando