BASF fortalece estrutura de inovação para contribuir com uma agricultura cada vez mais sustentável

A BASF consolida suas atividades em pesquisa e desenvolvimento (P&D) de soluções inovadoras, ajudando os agricultores a superar desafios, bem como atender à demanda dos consumidores por alimentos produzidos de forma cada vez mais sustentável. O  lançamento de soluções ao longo da próxima década contribuirá com  o objetivo da empresa que é de aumentar em até 7% ao ano a oferta de soluções ainda mais sustentáveis, que contribuem com o legado dos agricultores. 

Até 2030, mais de 30 grandes projetos de P&D irão complementar a oferta integrada de sementes, proteção de cultivos e serviços digitais da BASF. Assim,  as inovações terão um potencial de vendas estimado em mais de € 7,5 bilhões. A Divisão de Soluções para Agricultura investe aproximadamente € 900 milhões em P&D anualmente; representando cerca de 11% das vendas do segmento. Em 2021, a empresa continuará com o seu robusto investimento em P&D para oferecer soluções agrícolas que atendam as demandas dos agricultores e respondam aos desafios da sociedade.

"A BASF é líder no fornecimento de soluções para uma agricultura sustentável. Além de desenvolver inovações, também oferecemos uma oferta integrada que combina produtos eficazes com novas tecnologias e serviços, adaptados às necessidades dos clientes e seus diferentes sistemas produtivos em todo o mundo", disse Vincent Gros, presidente da Divisão de Soluções para Agricultura  da BASF.

A BASF se comprometeu com metas ambiciosas de sustentabilidade para seus negócios agrícolas até 2030. Além de aumentar a participação nas vendas anuais de soluções agrícolas ainda mais sustentáveis, a empresa apoiará os agricultores a  reduzirem em 30% suas emissões de CO2  por tonelada de cultivo produzido. Além disso, a empresa disponibilizará tecnologias digitais para mais de 400 milhões de hectares de terras cultivadas e continuará trabalhando para o uso seguro de seus produtos.

"A sustentabilidade está no DNA de todo o nosso processo de Pesquisa e Desenvolvimento. É o caminho para o desenvolvimento de nossas inovações, que ajudam os agricultores a produzir mais e melhor, preservando os recursos naturais", destacou Gros.


Oferta integrada para uma agricultura produtiva e sustentável

Em 2050, os agricultores terão o desafio de alimentar cerca de 9,7 bilhões de pessoas, e será preciso aumentar em 50% a produção agrícola. A digitalização tem o potencial de contribuir de maneira significativa a atingir este desafio. A empresa está avançando no desenvolvimento de tecnologias digitais e de outras inovações em todo o seu portfólio. Essa combinação permite que os agricultores alcancem uma melhor produtividade nas áreas em que já existe a atividade agrícola enquanto apoia a preservação da biodiversidade.

Em novembro de 2020, a BASF e a Bosch assinaram um acordo de joint venture, que está sujeito à aprovação das autoridades antitruste relevantes, para comercializar soluções agrícolas inteligentes. Por meio da joint venture, as empresas planejam lançar a solução Smart Spraying. A nova tecnologia reconhece as plantas daninhas e possibilita uma aplicação precisa dos herbicidas, o que aumenta a eficiência na produção, reduzindo o impacto ambiental ao otimizar recursos e insumos.

Além disso, o novo modelo de negócios baseado em resultados do xarvio™ HEALTHY FIELDS oferecerá aos agricultores uma lavoura protegida e uma colheita de sucesso por meio de uma estratégia de proteção de cultivos personalizada,  permitindo que os agricultores alcancem as produtividades estimadas. Dessa forma, a empresa responde aos desafios da agricultura moderna, às demandas da sociedade, contribuindo para uma agricultura mais sustentável.

O desenvolvimento de novos traits e sementes, aliado as inovações de proteção de cultivos, vai fortalecer a oferta integrada. Estas soluções contribuem ainda mais para o sistemo do plantio direto, o que resulta em menos CO2 liberado pelo solo, redução da erosão e o favorecimento do acúmulo de matéria orgânica. 

 

Atendendo a demanda crescente por alimentos sustentáveis

Visando sempre orientar o portfólio de produtos em direção a soluções ainda mais sustentáveis, a BASF aplica nos estágios iniciais de pesquisa e desenvolvimento o método de Direcionamento de Solução Sustentável - Sustainable Solution Steering - que é único na indústria. "A abordagem de P&D para as soluções agrícolas mudou de forma determinante nas últimas duas décadas. Estamos fomentando com sucesso as inovações sustentáveis ao nos focarmos nas necessidades futuras dos agricultores, da sociedade e do meio ambiente", disse Peter Eckes, Presidente de Pesquisa em Biociências na BASF.

O portfólio de inseticidas da empresa é um exemplo de sucesso do Sustainable Solution Steering, oferecendo soluções que aumentam a produtividade agrícola e reduzem o impacto ambiental, criando valor agregado para a sociedade. O ingrediente ativo Axalion™, desenvolvido pela BASF, com aprovação regulatória pendente, é a mais recente inovação em inseticida da empresa neste contexto. Com seu novo modo de ação, ele ajuda os agricultores a proteger sua produção sem impactar o meio ambiente. O novo ingrediente ativo é também uma ferramenta essencial na prevenção da resistência aos inseticidas.

Outros exemplos do portfólio da empresa incluem inseticidas à base de Inscalis® que deve ser lançado no Brasil a partir de 2023 e fungicidas à base de Revysol® que chegará ao mercado brasileiro a partir de 2022.

Em sementes, a BASF também oferece tecnologias para uma produção mais eficiente e sustentável, com foco na longevidade dos cultivos de soja, algodão, arroz e frutas e hortaliças. As novas cultivares da BASF ajudam os agricultores a produzir alimentos saudáveis e acessíveis, em quantidade suficiente e de forma sustentável.

Para frutas e hortaliças, a BASF desenvolveu duas cultivares que se destacam: a melancia Pingo Doce e um híbrido de cebola. No primeiro, a menor demanda hídrica pode proporcionar até 80% de redução no uso da água por meio da conversão do sistema de irrigação por aspersão para gotejo. O híbrido de cebola, por sua vez, oferece entre 60% e 70% de redução através do mesmo sistema por gotejamento – além de aumentar a produtividade.

A BASF também investe em pesquisas de sistemas de cultivo indoor, como o cultivo de alface em sistemas hidropônicos. Tais sistemas demandam menos terra, economizam água, quando comparados ao cultivo tradicional em campo aberto e reduzem a necessidade de proteção de cultivos convencional. A tecnologia indoor permite que a alface seja cultivada independentemente da localização geográfica, para que possa ser produzida mais perto do consumidor, evitando as longas distâncias percorridas via transporte o que leva a redução das emissões associadas

Saiba mais sobre o pipeline de inovação da BASF na agricultura no site: AgInnovation.basf.com.

Larissa Schäfer
Publicado por Larissa Schäfer

Formada em Jornalismo pela Universidade de Passo Fundo (UPF).

Enviando