Agricultura

Fundação Pró-Sementes e Sistema Farsul divulgam resultados sobre o desempenho das cultivares de trigo no RS

02/03/2021
Fundação Pró-Sementes e Sistema Farsul divulgam resultados sobre o desempenho das cultivares de trigo no RS

O Ensaio de Cultivares em Rede (ECR) é uma importante ferramenta que auxilia os produtores rurais na escolha pela melhor cultivar, de acordo com a região produtiva

Fonte: Fundação Pró-Sementes / Foto: Divulgação

Fundação Pró-Sementes e Sistema Farsul divulgam resultados sobre o desempenho das cultivares de trigo no RS

Há mais de uma década, a Fundação Pró-Sementes em parceria com o Sistema Farsul realiza um relevante trabalho em prol da agricultura gaúcha. O Ensaio de Cultivares em Rede (ECR) reúne dados sobre o desempenho de diferentes cultivares nas principais regiões produtoras de trigo do Rio Grande do Sul.

Na safra 2020/2020, a unidade de Pesquisa e Desenvolvimento da Fundação Pró-Sementes conduziu os ensaios em sete regiões tritícolas: Cachoeira do Sul, Cruz Alta, Passo Fundo, Santo Augusto, São Gabriel, São Luiz Gonzaga e Vacaria. Foram avaliadas 29 cultivares de trigo de diversas obtentoras, elencadas por ranking de comercialização. Além disso, esta edição do ECR conta com uma grande novidade: a disponibilização de informações acerca de cultivares que serão lançadas no mercado. Trata-se de uma grande oportunidade de divulgação de material pré-comercial.

Dinâmica do trabalho

Os experimentos são implantados com critérios analíticos, conduzidos de maneira uniforme em todos os locais, oferecendo ao produtor rural e à assistência técnica informações idôneas das principais cultivares indicadas para cada região. São coletadas informações como ciclo em dias, rendimento em quilograma por hectare e em sacos por hectare, pH, percentual de rendimento de cada cultivar sobre a média da região.

Desde o ano passado, o trabalho agrega informações relacionadas à qualidade industrial dos grãos colhidos como cor da farinha (L, a e b), força de glúten (W), número de queda e percentual de proteína presente no grão. Esses dados de qualidade industrial são determinantes para a indústria que processa a matéria-prima na fabricação de farinhas, pães, bolachas, massas e demais subprodutos.

Resultados obtidos

“Em 2020, o clima foi bem distinto entre as regiões de abrangência. Tivemos alguns locais, como Vacaria, que atrasou a semeadura em função da grande quantidade de chuva no período ideal para a região. Já em outros locais, como Santo Augusto, Passo Fundo e São Gabriel, as geadas acabaram interferindo no potencial produtivo, apesar de terem ocorrido em estágios reprodutivos diferentes. Além disso, tivemos uma primavera seca, o que diminuiu a intensidade de doenças de espiga, como a giberela, e proporcionou trigos com boa qualidade industrial,” explica Kassiana Kehl, coordenadora de pesquisa da Fundação Pró-Sementes e responsável pela condução dos trabalhos.

Com relação aos rendimentos médios, Cachoeira do Sul se destacou, apresentando médias de mais de 7 toneladas por hectare. As produtividades alcançadas pelas cultivares são variáveis e dependem do período de plantio e principalmente da região. 

O principal objetivo deste trabalho é mostrar ao produtor que existem diversas cultivares no mercado e que algumas apresentam melhor adaptabilidade em determinada região. “Apenas com a escolha da cultivar, o produtor poderá ganhar ou deixar de ganhar um significativo valor por hectare,” completa Kassiana.

Acesse os dados

Os resultados de todos os Ensaios de Cultivares em Rede estão disponíveis para consulta aqui!

Fonte: Fundação Pró-Sementes 

Matheus Basso
Publicado por Matheus Basso

Estagiário de Jornalismo

Enviando