Geral

Rússia aumenta imposto de exportação de trigo

18/02/2021
Rússia aumenta imposto de exportação de trigo

Fórmula se tornará um mecanismo permanente de exportação de grãos na Rússia

Fonte: Agrolink / Foto: Flickr

Rússia aumenta imposto de exportação de trigo

A Rússia anunciou que mudaria sua planejada mudança para um imposto baseado em fórmula sobre as exportações de trigo até 2 de junho, informou a Reuters. A mudança para uma fórmula significa que o imposto aumentará automaticamente em resposta a qualquer aumento de preço. A ação é uma tentativa de conter os preços domésticos dos alimentos que subiram durante a pandemia de COVID-19. 

A Rússia impôs anteriormente uma série de tarifas fixas sobre as exportações, que começarão em 15 de fevereiro e vão até 1º de junho. “Esperamos que essas medidas sejam suficientes para estabilizar, para conter a alta nos preços do trigo”, disse à Reuters o ministro da Economia da Rússia, Maxim Reshetnikov. 

A fórmula será fixada em 70% da diferença entre o preço base do trigo por tonelada e US$ 200, disse ele à Reuters. A partir de 1º de abril, os exportadores de grãos russos terão que relatar o preço de seus contratos à Bolsa de Moscou, que calculará um indicador de preço para a fórmula, disse o ministro da Economia à Reuters. A taxa será recalculada e publicada semanalmente no último dia útil da semana e aplicada a partir do terceiro dia útil após a publicação. 

A Reuters também informou que durante uma reunião em 4 de fevereiro, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse que a fórmula se tornará um mecanismo permanente de exportação de grãos na Rússia. “Infelizmente, a situação no mercado global de alimentos está piorando”, disse Putin, acrescentando que era necessário preparar um mecanismo de apoio aos produtores de grãos. 

As exportações de cevada e milho também estarão sujeitas a esse imposto baseado em fórmula. A fórmula será semelhante ao trigo, mas usará US$ 185 em vez de US$ 200 para os cálculos, disse Reshetnikov à Reuters. 

Fonte: Agrolink

Matheus Wagner Basso
Publicado por Matheus Wagner Basso

Estagiário de Jornalismo

Enviando