Geral

Mais de 300 produtores brasileiros recebem orientação sobre como aumentar o sequestro de carbono

25/01/2021
Mais de 300 produtores brasileiros recebem orientação sobre como aumentar o sequestro de carbono

Diretor técnico da ConnectFarm, Antonio Luis Santi, vai abordar temas como o papel do Carbono como componente-chave nos sistemas de produção.

Fonte: Bayer/ Arquivo Pessoal-ConnectFarm

Mais de 300 produtores brasileiros recebem orientação sobre como aumentar o sequestro de carbono

Mais de 300 produtores brasileiros recebem orientação sobre como aumentar o sequestro de carbono


Um ciclo de palestras sobre a temática do carbono no campo contará com a participação de 360 produtores rurais brasileiros, todos eles integrantes da Iniciativa Carbono, da Bayer. A capacitação será liderada pela ConnectFarm, startup que une tecnologias e fatores de produção. As palestras ocorrerão entre os dias 26 e 28 de janeiro, 2 a 4 e 9 e 10 de fevereiro, de forma virtual, através da plataforma Zoom, sempre das 19h às 21h.

Nesta jornada técnica, o objetivo é orientar os produtores sobre como aumentar o sequestro de carbono da atmosfera, através de boas práticas agronômicas. O projeto vai tratar ainda sobre a remuneração e a potencialidade desse novo mercado no campo. Diretor técnico da agrotech, Antonio Luis Santi tratará sobre o papel do carbono como componente-chave dos sistemas de produção, dos impactos gerados pelo manejo correto e estratégias de mitigação, entre outros aspectos.

De acordo com o especialista, a adoção dessas práticas, por meio de definição e avaliação de protocolos, ajudará a melhorar a produtividade em cultivos, como milho e soja. "A redução da emissão de carbono é um tema que está na agenda mundial. É um mercado promissor e que vai trazer ganhos econômicos e sociais aos produtores e ao meio ambiente", afirma Santi.

"O trabalho que estamos desenvolvendo com este grupo de produtores rurais resultará em um modelo de negócios customizado. A intenção é agregar sustentabilidade e produtividade ao agronegócio, impactando positivamente o meio ambiente e ainda gerar renda ao produtor. Entendemos que a melhor forma de se alcançar um modelo de sucesso é fazê-lo de forma colaborativa – unindo produtores, parceiros como a ConnectFarm, e especialistas", explica Fábio Passos, diretor do Negócio de Carbono da divisão agrícola da Bayer, "estas palestras são muito importantes para seguirmos intensificando o sistema produtivo dos participantes do projeto-piloto da Iniciativa Carbono."

Atualmente, a ConnectFarm já está levando tecnologia e assistência técnica a 24 produtores do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso, Goiás e Mato Grosso do Sul e São Paulo no projeto Carbono +, também parte da Iniciativa Carbono da Bayer e certificado pela Embrapa. A iniciativa tem como meta reduzir, até 2030, as emissões de gases geradores de efeito estufa em 30%, e, no futuro, a empresa deverá comprar créditos dos produtores.
 
ConnectFarm
Com atuação em território nacional, a ConnectFarm busca ampliar a produtividade, otimizar recursos e maximizar a rentabilidade dos produtores. Possui em sua carteira cerca de 130 produtores rurais, totalizando cerca de 30 mil hectares sob sua análise.

Um dos projetos da agrotech é o Índice de Gestão Ambiental (IGA), baseado em um algoritmo que insere atributos do solo, das plantas e do ambiente. O sistema melhora a inteligência à medida que aumenta sua base de dados, permitindo uma recomendação mais assertiva para cada ambiente da propriedade.
Em 2020, a ConnectFarm venceu o Desafio Nacional de Máxima Produtividade do Comitê Estratégico Soja Brasil (Cesb), na categoria "Irrigado". Em uma propriedade em Boa Vista das Missões, alcançou uma produtividade de 111,9 sacas de soja por hectare — a média no Brasil é de 54,5 sacas/ha.

Fonte: Bayer
 

Publicado por Caroline Ronsoni

Estagiária de Jornalismo

Enviando