Economia

Ceasa investe mais de R$ 400 mil em 2020 e projeta mais R$ 1,1 milhão em 2021

As Centrais de Abastecimento do Estado de Santa Catarina (Ceasa/SC) encerram o ano de 2020 com mais de R$ 400 mil investidos em obras, melhorias estruturais e serviços prestados aos seus usuários. Além disso, estão em andamento projetos e licitações que somam R$ 1,13 milhão em recursos, totalizando R$ 1,5 milhão de investimento da Central entre os anos de 2020 e 2021.

Os investimentos realizados visam atualizar a estrutura, os processos e a gestão de pessoas na central, que estava defasada há anos, na visão do diretor presidente Angelo Di Foggi. “Até o início do governo atual, a Ceasa/SC estava desconectada das políticas do Governo do Estado. Quando assumi a presidência do entreposto, em 2019, o sentimento era de estar em uma empresa com pelo menos 20 anos de atraso. Hoje, nossa equipe atua com o propósito de fazer um trabalho ágil, eficaz e contínuo, de forma estratégica e alinhada com as políticas da Secretaria de Estado da Agricultura e Desenvolvimento Rural, bem como das empresas Cidasc e Epagri”, destaca Foggi.

A medida mais representativa desse novo momento foi o processo licitatório para prestação de serviços de limpeza, elaboração e execução de Plano de Gestão de Resíduos Sólidos (PGRS) na Ceasa/SC. Pela primeira vez, foi realizado um pregão eletrônico nos 42 anos de história da estatal.

De acordo com a presidente da comissão de licitação, Isabela da Silva Freitas, essa modalidade permite mais celeridade no processo, mais transparência e dá mais oportunidade para as empresas participarem do certame, o que aumenta a competitividade. Além disso, reduz custos de operação.

Para liderar o pregão eletrônico, Isabela passou por capacitação específica na área para obter a habilitação de pregoeira pública. Desta forma, a Ceasa/SC pode se adequar à determinação do Governo do Estado de ser obrigatória a realização de pregão eletrônico para compras desde junho de 2019.

O objetivo de licitar a gestão dos resíduos sólidos foi priorizar a questão socioambiental, adequando o entreposto à Política Nacional dos Resíduos Sólidos. A empresa vencedora da licitação, a Brooks Ambiental, iniciou as atividades na Ceasa/SC no dia 30 de novembro.

Abastecimento se manteve apesar da pandemia

Um dos maiores desafios que a Ceasa/SC enfrentou este ano foi a pandemia de covid-19. A operação do mercado se adaptou rapidamente para seguir as medidas sanitárias recomendadas, com medição de temperatura na entrada, disponibilização de álcool em gel por todo o entreposto e sensibilização dos usuários para o uso correto da máscara e o respeito ao distanciamento social.

Apesar da redução da circulação de pessoas, as doações de alimentos ao projeto Mesa Brasil, do Sesc-SC, foram mantidas. Entre janeiro e outubro de 2020, foram doados mais de 800 mil quilos de alimentos para instituições e famílias em situação de vulnerabilidade social atendidas pelo projeto, cuja sede fica na unidade de São José da Ceasa/SC.

Reformas estruturais finalmente saíram do papel

Obras de manutenção, adequação e reforma que estavam pendentes saíram do papel em 2020. Foram licitadas, por exemplo, a reconstrução do muro e a adequação da calçada da Ceasa em São José

Em Tubarão, foi realizada a obra no contrapiso do mercado, melhorando a estrutura para os produtores rurais comercializarem seus produtos. Quando houve o ciclone bomba em Santa Catarina, em julho de 2020, o telhado sofreu danos, e logo foram corrigidos. Uma reforma mais ampla está prevista para 2021.

Já em Blumenau, foi feito o projeto para adequação às normas do Corpo de Bombeiros Militar, proporcionando mais segurança.

Além dos investimentos, a Ceasa/SC também arrecadou recursos ao licitar boxes que estavam vagos na unidade de São José. Os boxes 210 e 701 ganharam novos permissionários. Ao todo, foram levantados mais de R$ 313 mil com a licitação desses espaços.

Confira os principais investimentos realizados e previstos

Obras realizadas em 2020                                                                                 Valor (R$)

Limpeza e Plano de Gestão de Resíduos Sólidos (PGRS)                                137.800,00

Adequação Calçada - Unidade São José                                                            115.000,00

Contrapiso - Unidade Tubarão                                                                             99.942,41

Reconstrução Muro - Unidade São José                                                             57.947,11

Projeto Bombeiros - Unidade Blumenau                                                             1.708,80

Total                                                                                                                    412.398,32

 

Obras em andamento e previstas para 2021                                                    Valor (R$)

Reforma Telhado Pavilhão 2 e 3 - Unidade São José                                       376.663,87

Construção Muro Lateral - Unidade Blumenau                                                 165.103,96

Restauração da Cobertura do Telhado - Unidade Tubarão                               76.346,67

Projeto Bombeiro - Unidade São José                                                               12.272,06

Total                                                                                                                    630.386,56

 

Medidas administrativas modernizaram a gestão

Ações administrativas também contribuíram para a evolução da estatal no sentido de uma gestão mais moderna, ágil e ética.

Foi instituída a Controladoria Interna, com a criação de um cargo para esse fim, com o objetivo de corrigir irregularidades e desvios de conduta. A servidora Denise Lima assumiu a função em agosto de 2020, com o papel de prestar orientações para cumprir as normas de forma clara e transparente.

A Ceasa também aderiu ao Programa de Integridade e Compliance da Secretaria Executiva de Integridade e Governança (SIG).

Redação Destaque Rural
Publicado por Redação Destaque Rural

Portal Destaque Rural

Enviando