Agronegócio

Empresas do agro projetam recuperação da economia do país em 2021

31/12/2020
Empresas do agro projetam recuperação da economia do país em 2021

Fonte: Deloitte/Foto: Divulgação

Empresas do agro projetam recuperação da economia do país em 2021

Mais da metade (54%) das empresas ligadas aos setores de agronegócios, alimentos e bebidas consultadas pela Deloitte em sua pesquisa “Agenda” acredita que a atividade econômica no país em 2021 voltará aos níveis pré-pandemia, e 42% delas preveem aumentar o quadro de funcionários. Segundo a Deloitte, esses setores representaram 8% da amostra da pesquisa, formada por 663 empresas no total.

Segundo a pesquisa, 16,5% das companhias dos três setores registraram queda nas vendas no pior momento da crise provocada pela covid-19, enquanto 16% reduziram a produção e 18% tiveram retração de margens. “Surgiram, por causa da pandemia, novas necessidades para as empresas, onde o digital se tornou o ponto principal para elas, seja por meio de canais de venda online e/ou modelos de trabalho remoto para promoverem a continuidade de seus negócios”, informou a Deloitte.

Ainda segundo a consultoria, a “Agenda 2021” aponta que 40% das empresas dos três setores realizaram vendas online após o início da pandemia, e que, entre as companhias que aumentaram os investimento nos canais online, 60% afirmaram que o fizeram por causa de crise.

“Em 2020, desde o início da crise, 34% das empresas de agronegócios, alimentos e bebidas adotaram o trabalho remoto para, no mínimo, um terço de suas equipes. Do total, 37% manterão ou aumentarão a quantidade de profissionais em teletrabalho em 2021. Dessa parcela, a maioria (56%) reduzirá o espaço físico de trabalho devido à ociosidade”, informou a Deloitte. Nesse contexto, investir na qualificação de pessoal se tornou prioridade para 88% das companhias em 2021, quando o lançamento de produtos ou serviços estará nos planos de 82% dos entrevistados.

Redação Destaque Rural
Publicado por Redação Destaque Rural

Portal Destaque Rural

Enviando