Reunião Anual da Itga reúne o mundo da produção de tabaco numa nova configuração online

A Associação Internacional de Produtores de Tabaco (ITGA) fez a sua 35ª Reunião Geral Anual (AGM) num formato online pela primeira vez em sua história. Esta nova experiência apresentou uma oportunidade única de abrir a sessão para um maior número de participantes. Como resultado, o evento atraiu 174 participantes de quatro continentes e 24 países: Argentina, Azerbaijão, Brasil, Bulgária, Colômbia, Croácia, Dinamarca, República dominicana, Alemanha, Grécia, Índia, Itália, Malavi, Macedônia do Norte, Filipinas, Portugal, Suíça, Tailândia, Uganda, UK, Emirados Árabes Unidos, USA, Zâmbia e Zimbabwe.  

A AGM 2020 iniciou com a Comissão de Finanças no dia 18 de novembro, uma sessão fechada e somente para membros da ITGA, seguida pelo Dia de Assuntos (Issues Day) no dia 24 de novembro.

O Dia de Assuntos foi aberto pelo Ministro da Agricultura do Malavi, Robin Lowe, que deu as boas-vindas para a oportunidade de um debate sobre os desafios e as perspectivas que os produtores de tabaco irão enfrentar no futuro, uma vez que “o mundo está passando por uma das experiências mais dramáticas de toda uma vida” com a pandemia global e um aprofundamento da crise econômica. De modo especial, o Mr Lowe reforçou o comprometimento do Governo do Malavi com o setor e todas as suas partes interessadas.

O presidente da ITGA, Abiel Kalima Banda, enfatizou a resiliência do setor do tabaco e a importância da colaboração com toda a cadeia fornecedora, enquanto o Mr Antonio Abrunhosa, Diretor Executivo da ITGA, reforçou a missão da Associação, como a única voz global dos produtores de tabaco, que defende os produtores contra os efeitos de novas regulações que estão pondo cada vez mais pressão sobre suas atividades diárias.

O painel teve catorze palestrantes que abordaram um grande número de tópicos, incluindo uma visão geral sobre o mercado global do tabaco, inovações focadas em agricultura sustentável, boas práticas sociais e ambientais, entre outros assuntos.

Ivan Genov, Especialista em Assuntos de Tabaco na ITGA, analisou o mercado do tabaco em folha, mostrando os últimos dados sobre a produção e previsões. Apesar das incessantes quedas de volume em muitos mercados, Shane MacGuill, Chefe Sênior de Pesquisa de Tabaco na Euromotor, observou que o consumo de produtos de tabaco permaneceu estável em meio à pandemia. No entanto, a crise poderia estabelecer uma norma nova e mais restritiva para o controle do tabaco. Mr MacGuill debateu a demanda emergente por novas substâncias e o potencial de crescimento do mercado legal da maconha. No tocante a crescente necessidade de diversificar, uma apresentação sobre as oportunidades na indústria de cânhamo foi mostrada pelo Dr William Snell, do Programa de Liderança em Agricultura do Kentucky.

O Dia de Assuntos também teve representantes das grandes fabricantes de produtos de tabaco, comerciantes e tais fornecedores como a Vuk Pribic, Diretor da Leaf Supply Chain da Japan Tobacco International, Carlos Palma, Gerente Global da Agricultura Sustentável da British American Tobacco, Lea Scott, Vice-presidente de Serviços Agronômicos na Universal Leaf Tobacco Co., Gary Foote, Diretor executivo da Sustentabilidade Global da Alliance One International.

Da perspectiva dos produtores, apresentações foram feitas por Przemyslaw Noworyta, Secretário Geral da UNITAB, que discorreu sobre o futuro do cultivo de tabaco na União Europeia, Heliodoro Campos Castillo, Gerente do Fundo Nacional do Tabaco na Colômbia (FEDETABACO), apresentou o caso da resiliência do cultivo de tabaco na Colômbia, e Mayiwepi Jiti, Fundadora e Presidente do Sindicato dos Produtores Comerciais Integrados de Tabaco do Zimbabwe  compartilhou sua visão sobre as práticas trabalhistas na agricultura e desafios no país.

O presidente da ITGA, Mr Banda, salientou que o trabalho infantil é uma das principais questões que afetam a sustentabilidade da cadeia fornecedora e o problema foi abordado por Karima Jambulatova, Diretor Executivo da Fundação ECLT e por Nádia Fengler Solf, gerente do Instituto Crescer Legal.

Finalmente, com uma visão para o futuro e inovação no setor de tabaco duas apresentações sobre companhias de agricultura-e foram feitas por Matija Zulj, Diretor Executivo da AGRIVI, e Rodrigo Tissera, Gerente de Negócios da KILIMO.

O vice-presidente da ITGA, José Aranda, fez os comentários finais do dia, insistindo na importância do trabalho conjunto em colaboração com o setor público, uma vez cada um de nós desempenha um papel importante no sentido de manter o setor firme.

A 35ª Reunião Geral da ITGA foi concluída no dia 25 de novembro juntamente com a Assembleia Geral da Associação, onde os delegados de países membros compartilharam suas visões sobre o momento presente e futuro do cultivo do tabaco.

Redação Destaque Rural
Publicado por Redação Destaque Rural

Portal Destaque Rural

Enviando