Geral

Pesquisador da Embrapa Trigo entre os mais influentes no mundo

27/11/2020
Pesquisador da Embrapa Trigo entre os mais influentes no mundo

O pesquisador comenta que ficou surpreso e contente ao saber da sua inclusão na lista de pesquisadores brasileiros influentes do mundo.

Fonte: Comunicação/Embrapa

Pesquisador da Embrapa Trigo entre os mais influentes no mundo

Dezessete pesquisadores de 12 unidades da Embrapa de norte a sul do Brasil estão entre os mais influentes do mundo, de acordo com estudo realizado pela Universidade de Stanford (Estados Unidos). O pesquisador Antônio Ricardo Panizzi, da Embrapa Trigo (Passo Fundo, RS), está entre os quatro mais citados em 2019.

O estudo utilizou as citações da base de dados Scopus para avaliar o impacto dos pesquisadores ao longo de suas carreiras (de 1996 até o final de 2019) e durante todo o ano passado. O ranking dos pesquisadores foi publicado no Journal PLOS Biology, em 16 de outubro de 2020, que fez a análise em um banco de dados mundial com sete milhões de cientistas. Foram considerados quatro parâmetros e duas métricas: os mais citados em 100 mil e aqueles que figuram entre os 2% mais citados em suas respectivas áreas ao longo da carreira.

Para o estudo, foi considerada a posição dos cientistas em dois rankings: o impacto do pesquisador ao longo da carreira e 2) o impacto do pesquisador em um único ano, neste caso o ano de 2019. As duas listas incluem aproximadamente 160 mil cientistas, dos quais 600 são do Brasil.

Antônio Ricardo Panizzi

Dedicando sua vida à observação de insetos, o pesquisador da Embrapa Trigo Antônio Ricardo Panizzi é uma autoridade mundial em percevejos, desenvolvendo pesquisas em bioecologia, danos em diversas culturas e Manejo Integrado de Pragas. Atuando na Embrapa há 46 anos, Panizzi conta com 622 publicações, incluindo artigos, notas científicas, livros, capítulos de livros, artigos em anais de eventos e publicações técnicas.

O pesquisador desenvolveu a maior parte da sua carreira de 46 anos como entomologista alocado na Embrapa Soja, em Londrina, PR, e atualmente trabalha na Embrapa Trigo, em Passo Fundo, RS, sempre pesquisando os percevejos-pragas das grandes culturas.

Num trabalho pioneiro, estudou o desempenho dos percevejos na sequência de plantas hospedeiras cultivadas e não-cultivadas, antecipando a questão de biodiversidade e conservação ainda nos anos 80, o que lhe rendeu convite para o seleto grupo de autores do Annual Review of Entomology em 1997, periódico com o maior fator de impacto em Entomologia. Em 2017, recebeu o prêmio “Distinguished International Scientist Ward” dado pela Sociedade Americana de Entomologia (ESA) em Denver, Colorado, EUA. Em abril de 2021, seu livro contemplando o monitoramento eletrônico da alimentação de percevejos, fruto de pesquisas desenvolvidas na Embrapa Trigo, será publicado pela Springer/Nature.

O pesquisador comenta que ficou surpreso e contente ao saber da sua inclusão na lista de pesquisadores brasileiros influentes do mundo: “A inclusão do meu nome nessa lista é um prêmio na minha carreira, uma realização que deverá ampliar ainda mais a divulgação dos estudos com percevejos”, afirma Panizzi.

Redação Destaque Rural
Publicado por Redação Destaque Rural

Portal Destaque Rural

Enviando