Ovos: mesmo nesta segunda quinzena, valores seguem em alta

Apesar do início da segunda quinzena do mês (cenário que tipicamente reduz a demanda e pressiona as cotações), a procura está praticamente estável e a oferta de ovos comerciais continua limitada. Nesse cenário, de acordo com informações do Cepea, as cotações continuam em elevação. O recente aumento na mortalidade das poedeiras, por conta das ondas de calor em outubro, trouxe perdas ao setor. 

Além disso, o alto custo de insumos utilizados na atividade, especialmente milho, farelo de soja e até mesmo as embalagens, tem deixado a atividade cada vez menos atrativa, levando agentes a controlarem a produção para diminuir os gastos, além do aumento da possibilidade de produtores deixarem a avicultura de postura.

Fonte: Cepea 

Redação Destaque Rural
Publicado por Redação Destaque Rural

Portal Destaque Rural

Enviando