Agricultura

Produtores de hortaliças de Chiapetta conquistam certificação orgânica

A produção de frutas e hortaliças de duas propriedades de Chiapetta, no Noroeste do Rio Grande do Sul, irá receber nesta quinta-feira (22/10) o selo de produto orgânico, da Rede Ecovida de Agroecologia. "Será um diferencial no mercado, sem falar que é um produto natural, sem agrotóxico, é vida saudável", comemora o produtor de morangos, hortaliças e mandioca, Leandro Klipstein.

Foi necessário um ano para que os agricultores ajustassem suas propriedades aos critérios exigidos pela Rede Ecovida: organização da propriedade; organização dos galpões; produção (insumos utilizados, manejo do solo e da água e barreiras). "Eles passaram um ano se organizando, fazendo as barreiras que isolam suas áreas das demais áreas vizinhas", explicou o técnico da Comissão de Ética do Núcleo Missões da Rede Ecovida, engenheiro agrônomo Felipe Eich.

Na última sexta-feira (16/10) Eich visitou as duas propriedades rurais de Chiapetta e atestou que elas estão em conformidade com as normas e princípios da Rede Ecovida, portanto, aptas a receberem o Certificado de Conformidade Orgânica. "É muito simples, não tem segredo, hoje existem muitos produtos biológicos no mercado que nos dão um suporte bom para lidar com o orgânico, então não tem dificuldade nenhuma", disse o produtor de hortaliças Ivonei Garcia.

Em Chiapetta, no entanto, o número de agricultores orgânicos é maior. "Temos outras propriedades que produzem de maneira agroecológica, mas que, por vários motivos, não têm interesse em conquistar a certificação orgânica", explicou Dhonathã Rigo, extensionista rural da Emater/RS-Ascar, vinculada à Secretaria Estadual da Agricultura Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr). Atualmente, existe no município o grupo de Agricultores Familiares Orgânicos de Chiapetta (Afochi) que é vinculado ao Núcleo Missões da Rede Ecovida. Participam do grupo Afochi agricultores familiares interessados em obter a certificação orgânica, além de consumidores.

A Rede
A Rede Ecovida de Agroecologia conta com 27 núcleos regionais e abrange aproximadamente 352 municípios da região Sul (RS, PR e SC). Seu trabalho congrega, aproximadamente, 340 grupos de agricultores (cerca de 4.500 famílias envolvidas) e 20 ONGs.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar - Regional de Ijuí

Redação Destaque Rural
Publicado por Redação Destaque Rural

Portal Destaque Rural

Enviando