EUA: exportações de lácteos atingem recorde em agosto

O volume das exportações de lácteos dos EUA, com base nos sólidos do leite, aumentou 17% em agosto em relação ao ano anterior e 16% no acumulado do ano, relata o U.S. Dairy Export Council (USDEC).

Agosto também marcou um mês recorde para as exportações de lácteos, com os EUA embarcando 190.435 toneladas de leite em pó, queijos, derivados do soro de leite, lactose e manteiga. Foi também o 12º mês consecutivo de aumentos ano a ano no volume agregado de exportação de lácteos dos EUA, relata a USDEC. O valor dessas exportações cresceu 11% em agosto e 14% no acumulado do ano.

“No acumulado do ano, estamos a caminho de alcançar US$ 6 bilhões na exportação de laticínios dos EUA este ano”, acrescenta Michael Dykes, presidente e CEO da International Dairy Foods Association (IDFA). “A volatilidade e a incerteza continuam sendo um fator no mercado e no comércio de laticínios, mas a IDFA continua otimista de que, com a contínua demanda por lácteos em todo o mundo, especialmente no Sudeste Asiático e na China, este ano terminará em alta.”

Em agosto, as exportações totais de leite em pó desnatado dos EUA subiram colossais 35%, impulsionadas principalmente pela duplicação dos embarques para o Sudeste Asiático. A China foi o grande comprador, passando de apenas 173 toneladas em agosto de 2019 para 5.343 toneladas em agosto. As vendas de leite em pó desnatado para o México, no entanto, caíram 15%.

Surpreendentemente, as exportações de queijos também cresceram, em 17%. "Os preços de exportação de queijo estavam bem abaixo dos preços domésticos de maio-junho, sugerindo que os exportadores dos EUA aceitaram margens mais baixas para manter as relações internacionais”, afirmam analistas comerciais do USDEC.

As exportações de soro de leite dos EUA aumentaram 29%, com a maior parte desse aumento devido à compra chinesa e sua tentativa de reconstruir seu rebanho de suínos depois que granjas foram devastadas pela peste suína africana. Os embarques de soro de leite dos EUA para a China em agosto chegaram a 17.212 toneladas – alta de 318%. Este aumento nas exportações de soro de leite mais do que compensou quedas acentuadas nos embarques para o resto do Sudeste Asiático (-14%) e México (-60%).

Dykes observa que o volume geral de exportação de lácteos dos EUA para a China, até agosto, já ultrapassou os embarques feitos lá em todo o ano de 2019. Ele espera que os valores de exportação ultrapassem os níveis de 2019 em breve. Ele credita o acordo comercial de Fase Um dos EUA/China por esses aumentos.

As informações são do Farm Journal & MILK Magazine, traduzidas pela Equipe MilkPoint.

Redação Destaque Rural
Publicado por Redação Destaque Rural

Portal Destaque Rural

Enviando