Calor de 40°C e umidade abaixo de 20% deixam Brasil em alerta

O ar seco que predomina sobre o Brasil dificulta a formação de nuvens por quase todo país. O calor e a maior disponibilidade de umidade na Região Norte permite a formação de algumas nuvens carregadas. Esse ar mais úmido está entrando no extremo norte de Mato Grosso e nuvens de chuva se formam também nessa região. A passagem de uma frente fria pelo Uruguai espalha áreas de instabilidade sobre o Rio Grande do Sul.

mapa-previsao-2808

Previsão para sexta-feira, 28 de agosto de 2020

Previsão para sexta, 28/8/2020

Sexta-feira com clima típico de agosto no país: muito sol, calor e  sem chuva em quase todo o Brasil. Por causa do nevoeiro, a visibilidade fica prejudicada no começo da  manhã na região  entre o Vale do Itajaí, São Paulo, o sul de Minas Gerais e na zona da mata mineira.

As áreas de chuva aumentam sobre o Rio Grande do Sul e tem previsão de chuva para todo o estado e para o sul e a serra de Santa Catarina. Em Porto Alegre e o norte gaúcho, as pancadas ocorrer à tarde e à noite. Há risco de temporais no estado.

Períodos de sol e pancadas de chuva sem raios são previsos para o litoral entre a Campos dos Goytacazes (RJ), e Salvador (BA). Chove rapidamente em pontos do litoral de Alagoas e o Ceará.

Áreas de instabilidade crescem em vários estados da Região Norte. Nesta sexta-feira, o tempo instável em Roraima, com muitas nuvens o todo e pancadas de chuva com raios a qualquer hora. No Amapá, Pará, Amazonas e norte de Rondônia, a previsão é de sol, calor e pancadas de chuva com raios, principalmente à tarde e à noite. 

Calor passa dos 40°C

A temperatura ainda fica amena ao amanhecer no Sudeste e em áreas do Sul, mas é o calor que predomina no Brasil na maior parte do dia. Temperaturas entre 37°C e 41°C devem ser observadas no Norte e no Centro-Oeste. Cuiabá, capital de Mato Grosso, pode ter recorde de calor nesta sexta

Alertas para hoje

Para hoje, a Climatempo alerta para temporais no sul do Rio Grande do Sul. Nas outras áreas gaúchas, que inclui a capital, Porto Alegre, no Pará, Amapá, Roraima, Amazonas e norte de Rondônia, incluindo as capitais destes estados, a situação é de atenção para  pancadas de chuva moderadas a fortes, com raios e fortes rajadas de vento.

Os níveis de umidade ficam muito baixos na maior parte do interior do país. Na região entre o sul e o leste de Mato Grosso, Goiás, o Distrito Federal, o oeste de Minas Gerais, o norte de São Paulo e o centro-norte e Mato Grosso do Sul, a umidade do ar pode ficar entre 10% e  20%. 

A OMS - Organização Mundial da Saúde, recomenda que o nível de umidade do ar fique em torno dos 60% para a saúde e conforto humano. Tanto o ar muito seco, como o ar muito úmido prejudicam a saúde.

Atenção para o mar agitado no litoral gaúcho.

Fonte: ClimaTempo

Redação Destaque Rural
Publicado por Redação Destaque Rural

Portal Destaque Rural

Enviando