Mercado

Boi gordo com mercado firme

Os preços da arroba do boi gordo estão firmes e subindo. As indústrias estão com dificuldade para comporem as escalas de abate. No Sudeste de Rondônia, por exemplo, com as escalas entre um e dois dias úteis, as indústrias abriram as compras na última quinta-feira (30/7) ofertando preços maiores. Segundo levantamento da Scot Consultoria, a cotação do boi gordo subiu 1,0% ou R$2,00/@ frente ao fechamento de 29/7 e ficou em R$198,00/@, bruto, R$197,50/@, descontado o Senar, e em R$195,00/@, livre de Senar e Funrural, considerando o pagamento a prazo.

Algumas ofertas de compra acima da referência acontecem, e diante da pouca oferta de gado gordo, é possível ajustes positivos nos próximos dias. Em São Paulo, as cotações ficaram estáveis frente ao fechamento do dia anterior, com o boi gordo cotado em R$225,00/@, bruto e a prazo, R$224,50/@, descontado o Senar e em R$221,50/@, livre de impostos (Senar e Funrural) e na mesma condição de pagamento.

Para os bovinos jovens, que atendem à demanda chinesa, os negócios estão firmes em R$230,00/@, bruto e à vista. Com as altas de preços nos últimos dias, as escalas até melhoraram, mas sem força. Em média, as programações de abate atendem cinco dias úteis frente aos três dias que predominaram na semana anterior, mas incompletas.

Fonte: Scot Consultoria

Redação Destaque Rural
Publicado por Redação Destaque Rural

Portal Destaque Rural

Enviando