Agronegócio

Fonterra vai investir mais na China

A Fonterra Co-operative Group, gigante da Nova Zelândia, anunciou planos de expandir sua presença no mercado chinês de laticínios, de acordo com seu executivo-chefe Miles Hurrell, que falou na sexta China Business Summit em Auckland na semana passada.

Mais de 500 convidados participaram da Cúpula, incluindo a primeira-ministra da Nova Zelândia Jacinda Ardern, embaixadora chinesa na Nova Zelândia Wu Xi, além de líderes empresariais e empreendedores que buscam oportunidades de negócios entre a Nova Zelândia e a China.

A Fonterra alcançará esses objetivos ambiciosos investindo em um novo site de pesquisa e desenvolvimento em Xangai e estabelecendo um novo centro de aplicativos em Wuhan em 2021.

Apesar do impacto causado pelo Covid-19, a exportação de laticínios da Nova Zelândia para a China teve um bom desempenho, com um aumento de 25% nos primeiros cinco meses de 2020 em comparação com o mesmo período de 2019, segundo dados oficiais. "Nenhum mercado está livre de riscos, mas nunca estivemos em melhor forma do que estamos hoje", disse Hurrell.

As informações são do FoodBev.com, traduzidas pela Equipe MilkPoint.

Redação Destaque Rural
Publicado por Redação Destaque Rural

Portal Destaque Rural

Enviando