Aplicação da nutrigenômica na agricultura aponta caminhos para otimização dos cultivos

Ciência inovadora tem auxiliado o setor na busca por melhoria da produtividade e qualidade

Já utilizada em estudos de nutrição e saúde animal, a nutrigenômica também tem contribuído para avanços significativos na agricultura. Quando aplicada às plantas, a ciência permite a otimização dos cultivos, com ganho em qualidade e produtividade. O uso da ferramenta e o seu diferencial para o produtor foram apresentados no Alltech ONE Virtual Experience, simpósio global online que reuniu mais de 23 mil pessoas ao redor do mundo para debater o futuro da indústria agroalimentícia.

Segundo a engenheira agrônoma Mayra Soares, analista técnica da Alltech Crop Science, por meio da nutrigenômica é possível potencializar as culturas. "Conseguimos avaliar mais do que apenas características visuais, como o genoma dessa planta foi estimulado, como o vegetal expressou algo importante ou algum fator que conseguimos manter silenciado", destaca. Ainda segundo a especialista, é possível identificar também como o microbioma, ou seja, o meio onde a planta está inserida, está atuando a nível de gene no vegetal.

País tropical

No Brasil, um dos caminhos apontados pela nutrigenômica é o estímulo à defesa natural da planta. "Assim, o produtor consegue atuar com soluções que fortaleçam o sistema natural de defesa da planta. Ela já tem essa capacidade em seu genoma, mas muitas vezes está silenciada e precisa ser estimulada. Como vivemos em um país tropical, as condições de alta temperatura e umidade são propícias para a ocorrência de alguns patógenos, que muitas vezes atuam reduzindo a qualidade e a produtividade das plantas, se o produtor sabe que pode fortalecer essa defesa natural, ele já vai ter uma segurança maior em relação aos resultados do seu cultivo", explica a agrônoma.

De acordo com Mayra, é possível estimular esse sistema por meio de metabólitos provenientes de fermentação biológica e por microrganismos, que fortalecem os mecanismos de defesa das plantas de uma forma sistêmica, que pode ser iniciado pelo solo e, atuando de maneira conjunta, proteger a planta como um todo, e tudo isso naturalmente. Para a especialista, esse ponto é extremamente importante pois nos permite atuar de uma forma mais sustentável sendo possível até reduzir o uso de agroquímicos.

Produtividade e qualidade

Melhorar a performance dos cultivos também está entre os focos da nutrigenômica aplicada à agricultura. "O melhoramento genético por anos buscou aumentar a capacidade produtiva das plantas, tornando-as cada vez mais eficientes, no entanto por diversos motivos nós não conseguimos atingir esse potencial. Mas através de soluções específicas, e com o olhar da nutrigenômica, temos a capacidade de estimular alguns genes que atuam na performance, melhorando a qualidade e também a produtividade das plantas", destaca a analista técnica da Alltech Crop Science.

Mayra complementa que o produtor pode atuar em diversas frentes para melhorar o ambiente em que a planta está inserida. "A nutrigenômica tem proporcionado uma maior assertividade, seja no desenvolvimento e no posicionamento de nossas tecnologias", conclui a agrônoma.

Redação Destaque Rural
Publicado por Redação Destaque Rural

Portal Destaque Rural

Enviando