Protagonismo da mulher no agronegócio anticrise foi um dos temas da 2ª live do CNMA

Live foi marcada pelo anúncio do novo formato do evento, que será online e terá quatro dias de programação

Na manhã do dia 10 de junho, as ações do setor para enfrentar a pandemia da Covid-19 e a liderança da mulher como protagonista do agronegócio neste cenário foram os temas que nortearam as discussões da 2ª live promovida pelo Congresso das Mulheres do Agronegócio – CNMA.

O encontro teve a moderação do professor e jornalista José Luiz Tejon e contou com a participação de importantes líderes femininas do agro, como a ex-secretária da Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo e atual presidente do Conselho Diretor da ABAG/RP, Mônika Bergamaschi; a vice-governadora do Estado de Santa Catarina e produtora rural, Daniela Reinehr e a diretora executiva do Bradesco, Glaucimar Peticov.

“Quando vemos o papel da mulher ou de um profissional em qualquer frente de desenvolvimento, percebemos a educação como um ingrediente extremamente importante. Fatores como a autodesenvolvimento, a capacitação e a ampliação de frentes são fundamentais para isso. Independente do momento que passamos hoje vejo que temos uma responsabilidade muito grande em ampliar nossas visões. Vemos o quanto um profissional bem preparado pode fazer a diferença no nosso ecossistema”, ressaltou Glaucimar.

Ela completou que se percebe hoje a necessidade de que todos tenham uma empatia multifocal. “Temos que olhar o todo para poder perceber esse universo e descobrirmos juntos como gerar transformações e nos fortalecer para enfrentá-lo. Temos várias ações no Bradesco que se ramificam para colaborar com o desenvolvimento da mulher na sociedade e nos vários papéis que ela tem desempenhado”.

Para Daniela Reinehr, mais do que nunca, a sociedade precisa se reinventar e a mulher terá um papel fundamental nesse sentido. “Tenho certeza que as mulheres serão essenciais na busca por soluções criativas que nos tirarão dessa situação. Com certeza temos que investir em tecnologia, qualidade e sanidade porque seremos cada vez mais cobrados para que os nossos produtos tenham essas características”.

Mônika Bergamaschi salientou que, em vista dessa grande crise que o país tem vivido, o agro não parou e continua fazendo o seu papel. “Seguimos irrigando a economia de uma maneira extraordinária e, por isso, eu quero acreditar que a população esteja mais consciente desse trabalho maravilhoso que vem sendo feito de norte a sul do país”.

Quando questionada por uma participante sobre a atuação da Ministra Tereza Cristina, Mônika enfatizou o trabalho “absolutamente extraordinário” que a integrante do Governo tem desempenhado. “Mesmo num ambiente bastante hostil, com crises desnecessárias, ela tem conseguido aparar as arestas e abrir mercados. Torço muito para que ela tenha saúde e energia para continuar ajudando o agronegócio. Crise é desafio e é oportunidade, por isso acredito que nós temos chances de sair muito mais fortalecidos desse momento”.

Edição 2020 em novo formato

Na live foi feito o anúncio pela Show Manager do evento, Carolina Gama, sobre o novo formato do Congresso, que será realizado em um formato híbrido presencial e online. Neste novo formato, o evento ganha mais dois dias.

“Visando a segurança de todos e com o auxílio da tecnologia, nossos debates e discussões serão online e levados a um público ainda maior, possibilitando que pessoas do Brasil e do mundo façam parte desta edição histórica”, ressaltou Carolina.

As inscrições para o 5º CNMA terão valores diferenciados e podem ser feitas pelo site www.mulheresdoagro.com.br.

Serviço

5º Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio - CNMA
Data: 26 a 29 de outubro de 2020
Horário: 9h30 às 13h
Mais informações e inscrições: www.mulheresdoagro.com.br

Redação Destaque Rural
Publicado por Redação Destaque Rural

Portal Destaque Rural

Enviando