Asumas confirma normalidade na produção e abastecimento de carne suína

Em MS produtores e indústria adotam protocolos a fim de garantir a saúde de todos envolvidos no setor

O avanço da Covid-19 em Mato Grosso do Sul não tem atingido todas as áreas de forma linear. Segundo a Associação Sul-matogrossense de Suinocultores (Asumas), a produção e o abastecimento da carne suína no Estado seguem normalmente, apenas com a intensificação de ações preventivas entre os envolvidos. Algumas praças do Estado ainda apontam para uma leve valorização da proteína.

"A produção de suínos tradicionalmente já possui grandes cuidados sanitários. De certa forma o isolamento é aplicado nas granjas muito antes do coronavírus, levando em consideração que não é permitida a visitação de qualquer pessoa, ou qualquer entra e sai das fazendas. E a quarentena é aplicada mesmo aos proprietários, quando fazem viagens ao exterior ou regiões brasileiras afetadas por alguma doença animal", explica o presidente da Asumas, Alessandro Boigues.

Segundo o presidente a produção deve se manter estável nessa fase de pandemia, assim como o processamento pelas indústrias e a distribuição. "A produção segue de forma natural, apenas implementamos mais algumas regras de higienização, para fortalecer o que já é feito da porteira para dentro. Temos informações da indústria de que os grupos de risco foram dispensado e que a distribuição está ocorrendo, de forma a não faltar proteína para ninguém", completa Boigues.

Segundo a JBS a indústria adotou medidas para garantir a saúde, o bem-estar e a segurança de todos os seus colaboradores, fornecedores e clientes. A empresa segue no propósito de trabalhar para garantir o abastecimento e a oferta de produtos e serviços de qualidade. Para isso ampliaram a frota de ônibus que faz o transporte local dos colaboradores e intensificação da higienização entre as viagens, além da criação de novas rotinas de horários alternados para as pausas e refeições, onde é aplicável. 

A JBS também criou protocolos de emergência para qualquer membro da equipe que apresente sintomas e aprimora medidas de controle, saneamento e limpeza em todas as suas instalações para garantir que não há nenhum risco para a produção.

Redação Destaque Rural
Publicado por Redação Destaque Rural

Portal Destaque Rural

Enviando