Maçã: Preços ficam abaixo do esperado no 1º semestre/19

Apesar da menor oferta nacional de maçã gala (por conta da quebra de safra) e dos melhores padrões de qualidade (frutas médio-graúdas nas categorias 1 e 2), os preços dessa variedade não aumentaram significativamente no primeiro semestre de 2019 – ao contrário do esperado pelos classificadores.

A gala graúda de categoria 1 foi comercializada, nos primeiros seis meses deste ano, à média de R$ 65,85/cx de 18 kg nas regiões classificadoras, valor apenas 2% superior ao do mesmo período de 2018. Agentes relataram que a demanda enfraquecida nos principais centros consumidores foi o principal limitante de valorizações mais significativas.

Vale ressaltar, contudo, que a menor disponibilidade de frutas miúdas fez com que o preço desta categoria decolasse no período. Com isso, a gala miúda de categoria 1 foi vendida por R$ 50,28/cx pelos classificadores, aumento de 35% na mesma comparação.

Para a maçã fuji, por outro lado, houve desvalorização por conta da maior oferta e, também, pela menor qualidade da variedade. No primeiro semestre, a fuji graúda de categoria 1 foi comercializada por R$ 63,12/cx de 13 kg nas regiões classificadoras, valor 8% inferior ao do mesmo período do ano passado.

PERSPECTIVAS – Para o segundo semestre de 2019, os preços da maçã devem se estabilizar, por conta do maior controle de abertura das câmaras de armazenamento. Contudo, a qualidade pode seguir agindo negativamente sob a formação da cotação. Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, a coloração de alguns lotes não está muito intensa e as frutas mais graúdas apresentam menor durabilidade, o que pode dificultar a comercialização, principalmente em mercados mais exigentes.

Leia mais informações no site do HF Brasil

Fonte: HF Brasil

Redação Destaque Rural
Publicado por Redação Destaque Rural

Portal Destaque Rural

Enviando